Nenhum comentário

Funcionamento e Importância do Dispositivo de Proteção Disjuntor DR (Diferencial Residual)

O que é, e como funciona:

DR é um dispositivo que identifica fugas de corrente. Essas fugas podem ocorrer por um fio solto em uma máquina ou encostando em uma carcaça metálica. O DR é responsável por evitar que uma pessoa ou animal seja atingido pelo choque elétrico que ocorre através do contato acidental com partes da instalação ou superfícies que estejam conduzindo.

Sua atuação permite o desligamento automático em duas situações distintas:

Contato Direto: Quando alguém encosta em uma superfície de um fio ou cabo carregado eletricamente, em condições de funcionamento normal (Ex.: Orifícios de uma tomada em um fio desencapado ou com falhas na isolação);

Contato Indireto:

Quando alguém toca uma superfície que normalmente não conduz energia, porém devido a uma falha no isolamento dos fios, passa a funcionar como um condutor qualquer Ex.: Partes metálicas de uma geladeira antiga, também temos outras situações que o DR atua como no caso de um parafuso que danificou um condutor causando fuga, no caso de contato de condutores com falhas na isolação, entre em contato com água, entrada de água em bocais de lâmpadas.

As correntes interrompidas pelo disjuntor residual são da ordem de centésimos de ampere e não reconhecidas pelo disjuntor comum, podendo provocar a morte ou lesão de uma pessoa caso cheguem a percorrer o corpo humano. O critério ideal de um sistema de aterramento considera o uso do condutor de proteção (PE), além do interruptor diferencial residual como proteção auxiliar e do dispositivo DPS.

O que a norma determina?

A NBR 5410/97 (aplicada a instalações elétricas de baixa tensão) em seu item 5.1.3.2.2 determina ser obrigatório por medidas de segurança, o uso do disjuntor diferencial nos seguintes casos:

  • Em circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em locais molhados que contenham chuveiro ou banheira;
  • Em circuitos que alimentam tomadas situadas em áreas externas à edificação;
  • Em circuitos que alimentam tomadas situadas em áreas internas que possam vir a alimentar equipamentos na área externa;
  • Em circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em cozinhas, copas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e demais dependências internas normalmente molhadas ou sujeitas a lavagens.

Gostou? acesse agora mesmo o link a baixo e garante já o seu!

https://proesi.com.br/catalogsearch/result/?q=interruptor+diferencial

Referência:

Disponível em: http://www.jmeletrica.com.br/importancia-dos-dispositivos-dr-em-uma-instalacao-eletrica/

Escrito por:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s